Dicas: Como escolher a escola do meu Filho!

A mãe moderna tem que estar atenta a todos os aspectos da vida em família, não é? Além de buscar o crescimento profissional e gerenciar os muitos afazeres da casa como lavar roupa e fazer despesa, essas mamães também acompanham de perto a educação dos filhos. E parte desta preocupação é oferecer uma boa formação escolar, de preferência em uma instituição que atenda ao perfil da criança e as expectativas dos pais. Mas, como fazer esta escolha? Quais os critérios são relevantes antes de fazer a matrícula? Se você não sabe por onde começar e está com dificuldade para pesquisar sobre o assunto, não deixe de ler este artigo que reúne dicas essenciais para encontrar a melhor opção de escola para o seu filho.

1- Por que a escolha da escola é importante?

A escola tem um papel fundamental no desenvolvimento e no aprendizado de uma criança. No entanto, para cumprir seu papel formador com êxito é necessário que a instituição ofereça as condições necessárias para estimular, apoiar e orientar seus alunos de maneira adequada. Além da metodologia pedagógica e a infraestrutura, outros fatores igualmente importantes devem ser avaliados antes dos pais assinarem a matrícula. Veja alguns deles:

2.    Localização: Prefira sempre uma escola perto de casa para facilitar a locomoção. Não faz sentido passar horas no trânsito antes e depois da aula. Pense que seu filho poderá aproveitar este tempo de um jeito melhor, com uma atividade física ou até mesmo brincando em casa, sem falar que o trânsito pode estressar as crianças mais novinhas.

 3. Boas referências: Converse com vizinhos, amigos e parentes que tenham filhos em idade escolar, você pode recolher bastante informação sobre uma escola a partir das experiências de outros pais. Na falta de indicações de conhecidos, consulte sites e portais de educação na internet. Tanto o Ideb quanto o QEdu oferecem avaliações sobre escolas de todo o Brasil e podem servir como uma boa base de comparação.

4.   Visite a escola pessoalmente: Isso é um detalhe muito importante. Mesmo depois de se informar o suficiente sobre uma instituição, vale a pena fazer até mais de uma visita para evitar arrependimentos. Além dos quesitos básicos como limpeza e infraestrutura, observe como os professores tratam os alunos. Se são atenciosos, cuidadosos e importam-se com as perguntas das crianças.

5.  Observe a reação da criança: Se possível, leve a criança em uma destas visitas e veja se ela demonstra interesse e afinidade com o lugar. Se achar que a escola é uma boa opção, saliente seus atrativos para que seu filho simpatize com ela também.
  6   Preços: Se optar por uma escola particular fique atento aos custos adicionais para evitar surpresas. Informe-se sobre taxa de matrícula e o valor dos materiais didáticos. E claro, faça uma escolha realista que se adapte às suas condições financeiras. Assim não há o risco da criança se sentir descolada ou precisar sair da escola alguns meses depois porque a mensalidade é muito alta.

  1.  Depois da escolha, acompanhe a adaptação: Sim, a melhor maneira de descobrir se tomou a decisão certa é através do acompanhamento das atividades escolares. Para saber se a instituição da sua escolha tem a capacidade de cativar a criança, faça perguntas sobre o dia dela na escola, veja se ela se diverte e tem bom relacionamento com os colegas. Não deixe de conferir os trabalhinhos e observe se o seu filho fala da escola com interesse. Por último, procure frequentar os eventos e as reuniões para estabelecer um relacionamento mais próximo com os professores e outros pais.

Muitos cuidados temos que ter neh gente…

Sempre busque  para os seus pequenos tudo que é bom e agradável, Que permitem eles aprenderem em ambientes que esteja dentro de normas de uma escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *